fbpx
Por que e como monitorar as redes sociais?

Devido a evolução digital, a forma e a frequência com que as pessoas tem utilizado as mídias sociais mudou. Assim, é vital monitorar as redes sociais. Não dá para realizara ações de marketing digital e inbound marketing sem um bom monitoramento. Isso ajuda em vários pontos da estratégia. E do conteúdo. Afinal, você vai analisar toda a repercussão da mensagem junto à sua audiência.

Nesse post vamos mostrar porque monitorar as redes sociais e como fazer isso de forma eficiente.

Por que devemos Monitorar as Redes Sociais?

São poucas as empresas que investem em monitoramento. Dessa forma, as empresas que resolvem monitorar as redes sociais possuem um enorme diferencial. E uma grande vantagem competitiva. Mas nem todas entendem a importância disso. Então, vamos analisar alguns pontos.

As mídias sociais vem substituindo os canais tradicionais. Assim, tornaram-se o principal meio de comunicação entre marcas e consumidores. Dessa maneira, é imprescindível monitorar e analisar a sua persona. E descobrir o que está sendo dito sobre seus produtos e serviços. Isso pode ser feito tanto em seus perfis públicos quanto na fan page da empresa.

Por isso, monitorar as redes sociais auxilia na construção de uma proximidade com a audiência. Portanto, o profissional deve saber detectar e coletar as informações que correm pela rede. É um trabalho que gera muita demanda. Mas faz toda a diferença na estratégia.

Uma das tarefas mais comuns nessa área é o atendimento ao usuário. Então, pode haver boa economia com gastos de 0800. Mas fique atento. Não se trata apenas de responder ao cliente. É preciso ter a iniciativa de construir uma relação próxima com a audiência. Portanto, é necessário estar disponível para resolver qualquer demanda que surgir nas redes sociais.

Outro ponto importante é que as marcas utilizam o monitoramento de redes sociais como forma de benchmarking. Afinal de contas, você pode ver o que seus concorrentes estão fazendo. E assim, ter uma melhor compreensão do comportamento do mercado. Isso ajuda a traçar melhores estratégias de conteúdo. Entretanto, tenha calma ao analisar esses dados. O objetivo do seu concorrente pode não ser o seu. Então, fique atento ao comparar as métricas.

Onde monitorar?

É importante entender que as redes sociais só permitem o monitoramento de perfis públicos. Sendo assim, não é possível monitorar perfis privados. Mas hoje em dia, a grande maioria utiliza as redes sociais com perfis aberto. Confira outras especificações de monitoramento em cada rede:

  • Instagram: é possível monitorar usuários, perfis e hashtags;
  • Facebook:  você consegue monitorar perfis públicos, fan pages e grupos públicos;
  • Youtube: monitorar postagens e comentários através da combinação de termos, exatamente igual ao Google. São usados os operadores lógicos AND, NOT e OR;
  • Twitter: perfis, termos e hashtags.

Analise quais redes são importantes para seu negócio. Você pode analisar, inclusive, uma rede onde sua empresa não está. Assim, poderá enxergar que seus clientes também estão ali. E passar a ingressar nessa mídia social também.

O que monitorar?

São diversos itens a monitorar nas redes sociais. A coleta de informações deve ser bem minuciosa. Confira alguns itens:

  • Percepção da Marca: é a função mais aplicada em um monitoramento de redes sociais. O foco é coletar o que está sendo dito sobre sua marca. Para isso são analisados o que as pessoas publicam e mencionam diretamente e indiretamente sobre seu negócio;
  • Produção de Conteúdo: monitorar os termos relacionados à sua empresa e negócio permite encontrar os principais temas de viralização. Ao descobrir as principais histórias que estão gerando interesse em comum na sua audiência, fica mais fácil criar conteúdos direcionados. E assim, aumentar o engajamento.
  • Descoberta de influenciadores: o monitoramento ajuda a identificar quem são as pessoas mais influentes no seu mercado dentro das redes sociais. E como sabemos, os consumidores são mais impactados quando assistem alguém falando sobre uma marca do que pelas próprias marcas. É uma ótima forma de alavancar o negócio;
  • Inteligência Competitiva: aqui o foco é monitorar e analisar as estratégias e postagens de seus concorrentes. Assim, você identificará as principais formas de interação do seu mercado. E, após coletar esses dados e informações você poderá comparar com os indicadores do seu negócio. E assim, poderá tomar melhores decisões.

Mas veja bem. Nem sempre você precisa monitorar tudo isso. Analise quais itens fazem sentido para sua empresa.

Como o monitoramento de redes sociais deve ser feito?

A voz da audiência é o centro do monitoramento de redes sociais. Então, a missão é encontrar oportunidades. Da mesma forma é necessário intervir em momentos de crise. São ações que geram aproximação e melhoram o engajamento. E como já foi dito, é preciso realizar o mapeamento e o acompanhamento das citações e menções sobre seu mercado, sua marca, produto ou serviço. Por exemplo:

  • Nome da marca, mesmo com erros de ortografia recorrentes;
  • Nomes de produtos e serviços da empresa. Realize também buscas com possíveis erros ortográficos;
  • Menções do concorrente da empresa para avaliação de opiniões e relacionamento;
  • Menções com tags no Facebook, Instagram e Twitter;
  • Hashtags relacionadas ou hashtags próprias da marca;
  • Palavras-chave que sejam de interesse da marca, relacionadas a produtos e serviços.

Lembre-se: o monitoramento deve ser ininterrupto. Afinal, as interações e citações nas redes sociais não param. Esse é o caminho do sucesso para monitorar as redes sociais. Sendo assim, a marca conseguirá preservar o seu nome. E vai estar pronta para agir quando precisar. Além disso, também poderá demonstrar uma boa imagem com a audiência.

Quais métricas devo utilizar em um monitoramento de redes sociais?

Primeiramente, é necessário definir as métricas importantes para o monitoramento. E deixar de lado as métricas de vaidade. Será que o número de seguidores no Instagram, por exemplo, é mais importante do que o engajamento? Essa métrica indica o real objetivo das suas ações? É importante definir as métricas corretas. Um erro nesta fase poderá comprometer toda a estratégia.

Em alguns casos, por exemplo, o número de menções é mais que suficiente para avaliar o desempenho da campanha. Mas cada métrica depende do objetivo e da estratégia escolhida. Confira algumas métricas mais vistas:

  • Alcance: número de pessoas que você alcançou com determinada publicação;
  • Engajamento: mostra o quanto sua audiência está se relacionando com sua marca/produto;
  • Taxa de conversão: acontece quando um usuário realiza uma ação definida a partir do seu conteúdo. Por exemplo: a compra de um produto ou uma geração de cadastro;
  • Tráfego: analisa quantas pessoas acessam o seu site ou blog por meio de links nas redes sociais.

Conclusão

E, para finalizar, vamos resumir 5 benefícios de monitorar as redes sociais:

  1. Compreensão do comportamento do público por meio da observação do que lhe agrada ou não;
  2. Entendimento da percepção da marca junto ao público que faz uso das redes sociais;
  3. Identificação de tendências do mercado através do mapeamento de assuntos;
  4. Insights para novas campanhas, ações e conteúdos;
  5. Gestão de crises.

Muitas empresas fazem um ótimo trabalho com seus conteúdos. Só que não monitoram as redes sociais. Mas você já sabe porque e como monitorar as redes sociais. Então, que tal falar com um especialista da Vero Contents? Fale com a Vero!

Por que e como monitorar as redes sociais?
Tags:             
WhatsApp chat